Páginas

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Aventais para garrafa

Olha os aventais de garrafa aí. Decorando sua casa, com apenas retalhos. O molde está no final da postagem.









Eu usei este molde.







Pensamento do dia:
O fracasso é uma excelente oportunidade para o sucesso". (Autor desconhecido)


domingo, 24 de julho de 2011

Monograma ponto cruz





Gráficos para ponto cruz




Pombos


Cenouras


Pimenta








Ponto cruz


Acho ponto cruz lindo,mas, não gosto de fazê-lo.Porém  tem  quem goste.Então mãos a obra e boa sorte.
Olha deixo bem claro que não é um ponto difícil de fazer, é que eu só muito agitada e este ponto me dar sono.....rsss.....rssss....

  1 . Passe a agulha do ponto 1 para o ponto 2, passando-a em seguida para o ponto 3 e assim sucessivamente até ao final da carreira.






2. Para completar a cruz, repita o mesmo processo mas em sentido contrário.



 

3. Às vezes é necessário trabalhar verticalmente, isso pode ser feito de duas maneiras, começando de cima para baixo ou ao contrário, de baixo para cima.







Se mexa a vida está passando.O que você fez de bom e produtivo hoje?

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Fronha





Material necessário para 2 fronhas:
  • 1m de tecido liso na largura de 1,60m
  • 1,20m de bordado inglês
  • 1,20m de passa fitas
  • 1,20m de fita de cetim número 1
  • 30cm de tecido estampado
  • 1 retrós linha da cor do tecido
COMO CORTAR:
Corte 2 retângulos no tecido liso de 1.60m x 52cm
Corte 2 tiras no tecido estampado de 52cm x 18cm
COMO MONTAR:
1 – Em um dos lados do retângulo, faça uma barra. Vire para o avesso 4cm e costure.
2 - Na outra extremidade, costure a tira direito com direito e vire para o direito.
3 – Posicione o bordado inglês e o passa-fitas com a fita passada, sobre a borda do tecido estampado e costure.
4 – Dobre a extremidade estampada, pelo avesso, 18cm abaixo da outra extremidade.
5 – Dobre a extremidade maior sobre a extremidade estampada, formando um envelope, direito com direito.
6 – Costure as laterais e de acabamento com ziguezague. Vire para o direito.
Sua fronha está pronta!

Elaborado e executado por Lourdes Cavalini Silva – Ateliê Singer

quinta-feira, 7 de julho de 2011

PAP CORTINA COM ILHÓS








Material
  • Tecido rústico ou liso (ver dica abaixo)
  • 18 ilhoses
  • 3m de entretela para cortina
  • 1 linha
  • Tesoura
  • Lápis
Dica:
Para definir a quantidade de tecido utilizado na cortina, meça na horizontal a janela e acrescente o dobro do tamanho, para formar as pregas. Medir o comprimento e acrescentar mais 50 cm para fazer a barra e o cabeçote da cortina.
Como cortar:
  • Corte duas partes do tecido do tamanho desejado
  • Corte duas entretelas para cada parte da cortina
Montagem:
1. Dobre uma barra duas vezes, encaixe a entretela e alfinete.
2- Faça uma costura reta sobre a barra com a entretela.
3- Faça a barra da cortina, virando duas vezes o tecido formando uma barra larga de 12 cm.
4- Dobre as laterais duas vezes, formando uma barra de 4 cm e costure.
5- Pelo avesso da cortina, marque sobre a barra com a entretela, os espaços aonde serão colocados os ilhoses, deixando um espaço de 15 cm entre eles. Para marcar o espaço, utilize o lado do ilhós que tem o buraco menor, e risque o contorno.
6- Arremate o contorno do círculo com ponto ziguezague. O ponto deverá ser feito paralelo ao risco. O arremate será feito, para não desfiar a borda quando retirar o ilhós para lavar a cortina.
7- Recorte o centro do círculo, para encaixar o ilhós. Encaixe do lado direito da cortina o mesmo ilhós, que foi utilizado para marcar o círculo. No lado avesso, coloque o outro ilhós com o centro maior, aperte e encaixe, até ouvir um clique.
Menor  = esquerda
Maior = direita
8- Coloque a cortina em um varão, se preferir pode fazer uma segunda cortina, como forro, igual à foto.

Fonte:  Ateliê Singer.

Quem sou eu

Minha foto
Camaçari, Bahia, Brazil
"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta." Augusto Cury