Páginas

domingo, 28 de agosto de 2011

Capa de sofá



Material:




Você vai precisar de:

❚ Linha de algodão, tesoura e fita métrica

❚ tecido para a execução desta capa, a escolha recaiu sobre a sarja peletizada na cor gelo.

Tempo estimado: cerca de dois dias

 

Meça cada área do sofá, de acordo com esta ilustração.


 

Comece a medir cada área do sofá: assento, encosto, braços e plaquetas.






Corte a sarja de acordo com as medidas, deixando cerca de 2 cm a mais de cada lado para a costura. No encontro entre assento e encosto, preserve uma margem de tecido maior, de pelo menos 3 cm, para poder prender a capa no vão do estofado.




 Leve cada parte do tecido cortado até o sofá e apare as sobras em cima dele.






Um molde ajuda nas áreas irregulares: alfinete um pedaço de papel kraft no estofado e corte rente à peça. Use esse modelo para cortar o tecido.




 
  
Costure assento e encosto. Depois, braços e plaquetas. A capa fica mais resistente com costura dupla.


Para a aplicação de um zíper - que facilita a colocação da capa, o tecido das costas do sofá deve ser dividido em duas partes. Ao cortá-las, deixe uma sobra de 4 cm de cada lado.


 

Com o zíper virado do avesso, costure um dos lados na borda do tecido. Vire e faça uma dobra com a sarja para esconder o fecho. Repita o processo do outro lado.








Costure as costas no resto da capa, deixando a abertura do zíper embaixo.






Coloque a capa sobre o sofá e risque a barra com um lápis.


 



Utilize o risco como guia para cortar a sarja, mantendo de 3 a 5 cm de margem.




Para o acabamento da barra, dobre o tecido (escondendo a beirada até o limite do traçado) e costure.



 

O conselho de Marceno para tornar a capa ainda mais durável é pespontar a costura: em todas as áreas de junção de tecidos, passe novamente a máquina a cerca de 3 mm da costura original.


 
 
 
Fonte: http://www.casa.abril.com.br/

6 comentários:

Atelier Sonhos de Pano disse...

Ola amiga, vim retribuir sua visista ,tbm amei o seu cantinho e esse PAP da capa de sofá e d+, tbm ja estou te seguindo,bjinhos e volte sempre

Patrícia Geronimo disse...

olá, amei essa dica...depois passa lá no meu cantinho pra conhecer minhas arteirices...
Te seguindo...
bj

Rossana disse...

Estou precisando MUITO de uma capa para o sofá, mas como tenho pouca intimidade com a máquina de costura e principalmente com a tesoura) tenho medo de comprar material, fazer e acabar só "estragando tecido"...

Lorena disse...

Primeiro calcule quanto de tecido vai usar.Depois vá fazendo aos poucos vá cortando de acordo ao formato do seu sofá, vá fazendo e costurando, não corte tudo e depois costure, porque pode se perder. Coragem se não tentar não vao fazer nunca. Compre um tecido barato ou use lençois velhos, mas tente. Lembre que quando for cortar, deve deixar o espaço da costura. Se precisar, estou a disposição para ajudar. Ok.
Um Abraço e obrigada pela visita.

Anônimo disse...

Fantastic post. That's exactly what I was looking for.
My web blog : canapé cuir

Anônimo disse...

gostei muito dessa ideia meu sofa precisa de uma reforma enquanto nao posso reformalo vou fazer esta capa amanha mesmo para o natal nao tenho maquina mas vou pagar uma costureira acredito que posso tudo na quele que me fortalece que e o Senhor Jesus Com Cristo em Cristo << obrigada >>

Postar um comentário

Viu,gostou, deixe um comentário.

Quem sou eu

Minha foto
Camaçari, Bahia, Brazil
"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta." Augusto Cury