Páginas

domingo, 7 de agosto de 2011

DIA DOS PAIS


MATERIAL
- Plástico cristal grosso
- Tecido de algodão ou jeans
- Manta acrílica
- Tecido para acabamento
- Fita crepe
COMO CORTAR: Corte 2 retângulos de 60 x 70 cm no algodão ou jeans; 1 retângulo da mesma medida de manta acrílica. No algodão para acabamento, corte 5 tiras de 60 x 5 cm, 2 tiras de 8 x 70 cm e 2 tiras de 8 x 65 cm. Corte no plástico 3 tiras, 1 tira com 60 x 25 cm, 1 tira de 22 x 60 cm e 1 tira de 20 x 60 cm.
MONTAGEM:


1- Para fazer a base do panô, junte 1 retângulo de 60 x 70 cm sobre a manta acrílica e faça o matelassê pespontando com pontos mais largos. Sugestão: comprimento no n°4.


2- Feito isso aplique o forro com ziguezague nas bordas para unir o matelassê e o forro.


3- Prepare os bolsos.
No bolso de 25 x 60 cm faça o acabamento apenas em uma das partes. No bolso de 20 x 22 cm faça acabamento nos 2 lados. Dobre a tira ao meio e depois vire e faça o acabamento. Use a fita crepe* para costurar o plástico, pois facilita o trabalho. Ela pode ser colada na máquina ou no plástico.

4- Pronto os bolsos, coloque-os sobre o tecido, deixando um espaço de acordo com sua necessidade.


5- Costure com ziguezague o último bolso e nos bolsos que tem acabamento, costure em linha reta ou mesmo com ponto decorativo.

 

6- Feito isso, faça as divisões nos bolsos. No bolso maior foi feito com 17 cm cada uma. No bolso do meio com 12 cm e o mais estreito com 7 cm ou 10 cm. Use a fita crepe* para marcar e costure sobre elas.


7- Faça o acabamento final. Costure a tira no avesso do panô, vire a tira para o direito e costure.
*Dica: Utilize a fita crepe para costurar o plástico. Isso evita que o plástico grude na máquina.






Fonte: Ateliê Singer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Viu,gostou, deixe um comentário.

Quem sou eu

Minha foto
Camaçari, Bahia, Brazil
"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta." Augusto Cury