Páginas

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Reforma de Mesa e Cadeiras Tubular

Fiz um resumo de três postagens  feitas em épocas diferentes, mas  formaram um conjunto de uma mesa tubular e as 4 cadeiras, como o procedimento era o mesmo  juntei as postagens para facilitar a visualização do conjunto.

Comecei com a mesa.

Como  não lembrei de tirar foto antes de começar a retirar a tinta, esta foto tem os pés da mesa, um já está sem a tinta e o outro no estado em que estava. Não tirei foto da mesa com o tampo antes, porque ela estava abandonada a mais de cinco anos, desmontada no quintal embaixo de uma cobertura e o tampo estava em outro local.





Usei removedor para retirar toda a tinta. O remover funciona mesmo, é ótimo.

As peças sem a tinta e lavadas com água, sabão e palha de aço.




Não lembrei de tirar a foto após aplicar o ferrolak, material que deve ser aplicado antes da aplicação do esmalte sintético, para evitar que a peça enferruje.

 A primeira demão de esmalte sintético é desanimadora, a peça fica feia mal pintada, somente a partir da segunda demão é que a peça vai ganhando um ar mais bonito.
Não desanime.

A peça pintada com esmalte sintético deve fica livre de impactos durante 20 dias.
Coloque os sapatinhos dela. Se tiver dificuldade de colocá-los, coloque-os na água quente.

Peça esperando para ser montada.



Peça montada



Olha o tampo de vidro, perfeito.




Agora vou mostrar as duas cadeiras que encontrei junto com a mesa.


Não estão as duas na foto, mas eram duas.

Elas estavam abandonadas no quintal de minha mãe. 




O procedimento foi o mesmo que usei na mesa, mas na cadeira fotografei melhor.
Usei removedor, para retirar toda a tinta velha.


Lavei com água e sabão para retirar o removedor.  Gosto de lavar pois retira os restos de  tinta e o removedor.


Veja a diferença da cadeira lavada e sem lavar.
Esta está sem lavar.


Esta está lavada.

Já com a primeira demão de esmalte.


Cadeira pronta.



As cadeiras ficaram ótimas as fotos é que ficaram horríveis.


Agora são as cadeiras que encontrei no ferro velho, pra forma o conjunto.


As cadeiras foram salvas de um ferro velho, comprei cada uma por R$ 3,00.

Olha elas ai. Não estavam assim, bonitinhas não, nesta foto eu já tinha retirado a tinta,


Retirando a tinta velha, com removedor de tinta.
Quando aplicamos o removedor a tinta fica enrugada, como na foto abaixo.




Agora é só remover toda a tinta com uma faca ou uma espátula.
Peça com a tinta removida.


Peça lavada com água sabão e esponja com palha de aço, para retirar o removedor e facilitar na hora de lixar.



Agora é só lixar, passar um pano para retirar o pó e aplicar o ferrolak.
Peça aplicada o ferrolack. Já está com outra cara.


Aplicar o esmalte sintético.
Peça com a primeira demão de esmalte.


Olha ela aí.





Como já falei anteriormente esta postagem é a junção de três antigas postagens. nunca tirei uma foto do conjunto pronto, vou ficar devendo. Abaixo segue o passo a passo e todo o material usado.



Passo a passo


1. Aplique o removedor de tinta. Após aplicar o removedor , minutos depois a tinta fica toda enrugada, retire toda a tinta velha com uma faca ou espátula. O removedor facilita bastante o trabalho e retirar a tinta por completo em minutos.

Obs: Muito cuidado ao usar o remover, use óculos e luvas, pois trata-se de um material altamente corrosivo e queima a pele.

2. Limpe com um pano umedecido em solvente para retirar todo o removedor de tinta, caso a peça não esteja bem limpa, a tinta pode não fixar. Eu costumo lavar as peças com água, sabão e uma esponja com palha de aço, isso ajuda bastante a retirar o removedor e deixa a peça bem limpa, facilitando na hora de lixar.

3. Lixe a peça com lixa para ferro nº 100 ou 120.

4.Retire todo o pó da peça com um pano umedecido em solvente.

5. Aplique o zarcão ( Ferrolack.) . Aguarde secar, aplique outra demão se necessário.Cuidado com a escolha do pincel, escolha um pincel para ser utilizado em solvente e esmalte, um pincel de qualidade ruim pode colocar seu trabalho a perder. Eu uso o da tigre de cabo branco, muito bom.

6.Aplique o esmalte sintético, aguarde o tempo de secagem, aplique a segunda demão.
O segredo da pintura é colocar pouca tinta no pincel, para que não escorra.
 Geralmente os esmaltes sintéticos vem pronto para uso, mais eles secam muito rápido e fica ruim para pintar, por este motivo eu diluo.

Obs.: O esmalte sintético a base de água deve ser diluído com água, o esmalte sintético a base de solvente deve ser diluído em solvente.

7. Depois de pintar a peça, deixe-a descansar por 20 dias, pois neste período ela arranha facilmente.



Material usado



Removedor de tinta     900 ml                   R$ 14,74
  
Três Lixas para ferro nº 100                     R$ 1,38 cada

Pincel                                                       R$ 2,50

Zarcão 900 ml                                          R$ 10,00

Esmalte sintético 900 ml                           R$ 16,01

Solvente ou aguarrás     900 ml                R$  9,00

Total                                                       R$ 53,63


Com este material foi possível pintar quatro cadeiras, um paneleiro e uma mesa tubular .

Fotos dos materiais:

Removedor de tinta. Muito bom é gel não escorre, fácil aplicação e  retira toda a tinta de modo fácil e rápido. Recomendo.


Pincel  da tigre. Muito bom, não solta o pelo na hora da pintura.



Zarcão ou Ferrolack.


Eu prefiro usar o ferrolack, pois na primeira demão você já percebe a diferença. Muitas vezes não sendo necessário uma segunda demão. Ele pode ser encontrado na cor branca, sendo desnecessário a pintura com esmalte sintético.
E ele pode ser aplicado em metais, aço , madeira e em galvanizados.
Este custa R$19,00.


Esmalte sintético. Muito bom, a  secagem é rápida.
Este aí é a base de solvente. 
Mas a coral já tem um esmalte sintético a base de água, muito bom.



Caso tenham usado produtos e queiram indicar, coloquem no comentário.

Um abraço.



19 comentários:

Anônimo disse...

Obrigada por compartilhar. São sugestões maravilhosas! Também vou reformar as minhas.

Anônimo disse...

Lorena, adorei! Você tem didática ao explicar o passo a passo e colocando os produtos, então, facilita muito! Amei! Preciso de uma sugestão sua... Quero reformar um conjunto tubular para ficar na sala de jantar de meu novo e pequeno apartamento. A sala, conjugada, está sendo reciclada também com poltronas em tom azul turquesa (como chamam o verde água hoje em dia), com almofadas em florais e listrados com fundo neutro e tons de azul turquesa, azul escuro e laranja. O que me aconselha a fazer com as cadeiras e mesa de jantar (peças brancas e tampo da mesa em granito preto)? Pinto as peças de outra cor, faço somente capa para assento e costas das cadeiras e deixo-as brancas mesmo?
Ana Godoy

Lorena disse...

Olá Ana. Eu deixaria as cadeiras branca mesmo. E mudaria o forro das cadeiras. E tentaria quebrar o preto do granito da mesa com algum adesivo que são vendidos em papelarias, eles bem aplicados ficam bonitos, mas veja a qualidade do adesivo. Você pode comprar um pedaço pequeno e testar antes de comprar o total. Acredito que você quebrando este preto do granito, você irá encontrar mais opções para os forros. E o forro das minhas cadeiras eu coloquei uma espuma fina e grampeei com grampeador de madeira. Tira uma foto da sua arte que publico para inspirar outras pessoas. Caso eu não tenha respondido sua pergunta, pode perguntar novamente. Um abraço.

Heullem Reis disse...

Adorei sua postagem quero reforma a minha mas e um conjunto com seis cadeira os matérias citados daria

Heullem Reis disse...

Adorei estava doidinha para reforma a minha

Lorena disse...

Heullem Reis o material acima dá para um conjunto de seis cadeiras. Caso queira usar esmalte sintético a base de água, o da coral é muito bom e sem cheiro. Bom trabalho. Qualquer dúvida estou a disposição.

Unknown disse...

Adorei as explicações, seu trabalho é perfeito. Parabéns!

Anônimo disse...

Eu tenho uma cadeira de metal ,igual essa da foto,mas a perna dela está quebrada,como faço para colocar algo para subistituir a perna e que sugestão vc me daria oara colocar o assento? obrigado,ficou muito linda a sua!!!

Lorena disse...

Olá Bom dia, quanto ao pé quebrado você teria que soldar, não tenho nenhuma ideia do que você mesmo poderia fazer, quanto ao assento eu mandei cortar em uma marcenaria. Você pode olhar em ferro velho, muitas vezes tem materiais que podem ser reaproveitados, ao invés de soldar. Desde de já agradeço a visita. Volte sempre e no que eu puder ajudar estarei a disposição. Um abraço.

Anônimo disse...

Vou seguir suas dicas.

Anônimo disse...

Adorei as dicas! Gosto de reformar meus móveis, além de sair muito mais barato. Suas orientações e ilustrações, ajudaram muito.Obrigada por compartilhar! Bj

Lorena disse...

Obrigada. Qualquer dúvida estou a disposição. Um abraço.

Dalva disse...

Tenho uma peça em perfeito estado, gostaria de mudar a cor branca por pérola. Tenho que fazer o passo a passo ou posso passar tinta por cima?

Lorena disse...

Olá Dalva, se não houver pontos de ferrugem em sua peça, não é necessário remover toda a tinta e nem aplicar o Zarcão ou Ferrolak. No seu caso você só irá lixar a peça, com uma lixa fina, apenas para retirar o brilho, limpar a peça para retirar o pó e por fim aplicar a tinta, que neste caso o ideal é esmalte sintético, que pode ser a base de água. Sucesso. Caso continue com dúvidas, estarei a disposição. Um forte abraço.

Geraldo Freitas disse...

Parabéns e obrigado por dividir seus conhecimentos.Muito legal seu trabalho,que DEUS continue te dando luz e muita prosperidade

Geraldo Freitas disse...

Lorena, parabéns e obrigado por dividir conosco um pouco de suas habilidades, que DEUS continue te iluminando!

Lorena disse...

Olá Geraldo Freitas, estou a disposição. Conhecimento retido é conhecimento perdido. Obrigada pela visita.

Anônimo disse...

Lindo trabalho o seu,obrigada pelas dicas. Tenho uma mesa como a sua,mas na cor preta.Para pintá-la na cor branca,preciso tirar a cor antes?não tem pontos de ferrugem.

Lorena disse...

Olá, no caso de mudança de cor, onde a peça não tem pontos de ferrugem, não é necessário retirar toda a tinta, você deve lixar com uma lixa fina para retirar o brilho da tinta, limpar para retirar o pó e aplicar a tinta na cor desejada. Obrigada pela visita. Volte sempre.

Postar um comentário

Viu,gostou, deixe um comentário.

Quem sou eu

Minha foto
Camaçari, Bahia, Brazil
"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta." Augusto Cury